Pet gordinho, não!

A obesidade não é exclusividade dos humanos. Sem hábitos saudáveis, nossos bichos de estimação também podem virar vítimas do excesso de peso

Sou Mais Eu Digital

Pet gordinho, não! | <i>Crédito: Shutterstock
Pet gordinho, não! | Crédito: Shutterstock
Para evitar que seu pet fique rechonchudo e tenha problemas de saúde, veja as dicas de Jose Roberto Souza Ribeiro, diretor técnico veterinário da Health For Pet: 

■ Hora da comida
O certo é alimentar seu animal duas vezes por dia. A quantidade é determinada pelo veterinário – e a comida humana também só deve ser dada sob a orientação dele, combinado? 

■ Nada de exagero!
Cuidado com os petiscos. Se você quer fazer um agrado, dê frutas (não muito ácidas nem calóricas), legumes ou verduras e diminua a quantidade da ração – assim, compensará as calorias. 

■ Vamos suar!
Não deixe que seu cão fique sedentário. Passeie com ele pelo menos duas vezes ao dia. Se não tiver tempo, consiga que alguém faça isso. No caso de gatos, ofereça brinquedos que os estimulem a gastar o máximo de energia.

20/05/2015 - 09:00

Conecte-se

Revista Sou mais Eu