Cãolinária: "Ensino receitas saudáveis para o seu pet!"

Saiba tudo que seu cãozinho pode ou não pode comer!

Sou Mais Eu Digital

Cãolinária: | <i>Crédito: Arquivo Pessoal
Cãolinária: | Crédito: Arquivo Pessoal
Dar ração para minha cachorra Nina era quase uma religião pra mim. Nunca deixei que ela comesse nada que não fosse alimentos específicos para cães, e das melhores marcas. Achava que essa era a melhor maneira de evitar que minha cadelinha pegasse alguma doença. Mas, em 2011, a coitadinha sofreu muito com uma alergia. Nenhum veterinário descobriu a causa exata da doença, mas a Nina ficava com o rosto inchado, cheia de feridas que sangravam muito na pele e com a garganta quase fechada, além de bolhas por dentro do corpo. Era horrível. Ela teve que tomar remédios por dois anos e nem assim os problemas desapareciam. A solução só foi surgir em 2013... 

Troquei os remédios da Nina por comida natural e ela está ótima! 

Levei a Nina a um veterinário nutrólogo, uma espécie de nutricionista para cães, e ele abriu meus olhos para uma solução que nunca tinha me ocorrido. O doutor me explicou que os alimentos poderiam funcionar como remédios no organismo dos animais. Portanto, se a Nina seguisse uma dieta regrada, poderia melhorar de todos os seus problemas. Era o processo conhecido como AN (Alimentação Natural), que consistia em alimentar os bichinhos com frutas, legumes e carnes em vez das rações industrializadas. O vet passou um cardápio completo com alimentos como sardinha, legumes, alguns tipos de ossos etc. 

Como eu já era chef de cozinha na época, foi mais fácil preparar tudo que a Nina precisava comer. Após uns três meses, dava gosto ver a melhora dela depois de abandonar os medicamentos e se alimentar melhor. Ao observar o progresso da Nina, pensei em como aquela descoberta poderia ajudar outras pessoas. E aí surgiu a ideia do “Cãolinária”, que nasceu como um perfil no Instagram. Ao lado de duas amigas, a Karen e a Fernanda, que também usavam AN com seus cachorros, passamos a divulgar a alimentação natural, postando receitas e informações sobre os benefícios de cada alimento. Começamos postando apenas receitinhas que fazíamos para os nossos pets, mas em julho do ano passado já tivemos que criar nosso próprio portal na internet. O negócio foi ficando tão sério que o Cãolinária virou uma marca registrada e uma empresa que monta cardápios para tutores que buscam uma alimentação de qualidade para seus cachorrinhos! Nossos serviços são pagos, mas quem entra no nosso site pode ter acesso a diversas informações e receitas sem custo nenhum. Com nossas dicas, seu pet vai comer melhor e esbanjar saúde por aí! Vire você também um pet-chef para o seu cão! - RENATA FERRAZ, 35 anos, chef de cozinha, São Paulo, SP

Saiba tudo que seu cãozinho pode ou não pode comer!

A alimentação natural não tem nada a ver com dar arroz e feijão para nossos cães. A intenção não é que eles comam o mesmo que nós, mas que possam usufruir de alguns alimentos naturais para ter uma dieta mais saudável. 

Confira algumas dicas: 
◗ Os legumes à base de água, como chuchu, abobrinha e abóbora, não fazem mal aos cãezinhos que têm problemas renais ou cardíacos e são bem hidratantes. Não estranhe se seu pet beber menos água! 

◗ Os cães devem passar longe de alimentos com cafeína ou açúcar, como café e chocolate. Cebola e alho também podem causar alergias e anemias. Farinha de trigo também é muito pesada e não deve entrar na dieta deles! 

◗ Muita gente estranha o consumo de ossos pelos cães, mas eles são necessários para fortalecer a mandíbula, melhorar a mastigação e liberar bons nutrientes para a saúde. Mas sirva sempre cru! 

◗ A alimentação natural custa pouco e muda o estilo de vida dos animais. Com cerca de R$ 100 mensais, você compra tudo de que precisa para as receitas dos pets e eles ganham dentes melhores, pelos mais sedosos e param até de liberar aquele cheiro típico de cães!

Conheça cada cantinho do meu site


Receitas naturais
Na seção de receitas do site, você pode aprender a preparar diversos pratos saborosos para o seu cachorrinho, todos com ingredientes naturais e que vão melhorar a saúde do seu cão. No início deste ano, também criamos um canal no YouTube para que nossas leitoras tivessem uma experiência ainda mais completa para aprender as receitas. Tem muita coisa legal: ensinamos pratos com frutas, legumes, alguns tipos de carne e até especiais de Natal, como um panetone só para cachorros. Tem tudo pra deixar a tigelinha deles mais gostosa, com o passo a passo ensinando a preparar cada delícia, como o yakisoba ao lado.

Dicas valiosas
Além de receitas, na seção de textos você encontra detalhes mais aprofundados sobre como cada alimento pode melhorar a saúde do seu cachorro. É importante saber, antes de tudo, que ao introduzir a AN para o seu cão, ele pode demorar a se acostumar. A ração é uma opção seca e, de repente, ele se vê diante de um monte de alimentos úmidos. Isso causa estranhamento. Pra você saber lidar com esses problemas, além de descobrir alguns veterinários que podem sugerir cardápios personalizados para o seu cãozinho, preparamos várias matérias que explicam direitinho tudo que seu pet precisa para ser mais saudável!

Receitinha do yakisoba canino


Ingredientes
• 150 g de macarrão de arroz cru
• 50 g de cenoura cozida
• 100 g de brócolis cozido
• 50 g de couve-flor cozida
• 100 g de vagem
• 50 g de vísceras de porco
• 200 g de coração de boi

Modo de preparo
Antes de mais nada, preaqueça o forno a uma temperatura de 200 ºC. Coloque as vísceras e os corações de boi para assar dentro de refratários de vidro, sobre uma assadeira. Encha uma panela com água e ferva em fogo alto. Espere levantar fervura e cozinhe o macarrão de arroz por aproximadamente dez minutos. Retire as carnes do forno quando elas ainda estiverem um pouco rosadas. Em seguida, pique todos os legumes. Depois, separe todos os ingredientes prontos. O próximo passo é misturar tudo numa panela maior e aquecer novamente. Espere esfriar e depois disponha na tigela do seu cão. A receita pode durar até cinco dias na geladeira e até dois meses no freezer.


11/11/2015 - 09:45

Conecte-se

Revista Sou mais Eu