Make Periferia: "Lucro R$ 2 mil vendendo maquiagem no morro"

A vaidade de Danyela Ximenes virou sua profissão

Texto: Caroline Cabral

Faturo R$ 2 mil com maquiagem no morro | <i>Crédito: Arquivo pessoal
Faturo R$ 2 mil com maquiagem no morro | Crédito: Arquivo pessoal
Não adianta, eu não boto a cara no sol sem a pele bem feita, a sobrancelha marcada, muitas camadas de rímel e um batom lacrador! Sou apaixonada por maquiagem desde nova, sei do poder de uma mulher que confia no próprio delineador. Aprendi a me maquiar sozinha, vendo tutoriais online e arriscando makes ousadas. Sou promotora de vendas de uma empresa de alimentos, então passo o dia batendo perna na rua e conhecendo gente nova. Vira e mexe alguém me pedia para comprar o mesmo batom que o meu, as mulheres piravam nas cores vivas que viam na minha boca. Há dois anos decidi que iria revender tudo que eu usava e ganhar dinheiro com isso!
Compro todas as minhas maquiagens na Rua 25 de Março, no Centro de São Paulo. Lá é tudo bem baratinho, então dá para revender a um preço bom para mim e justo para as clientes. Se gasto R$ 8 em um item, revendo por R$ 20 e ninguém reclama. Comecei comprando só batons, mas com o tempo as meninas quiseram minha base, sombra, pó, blush e até os mesmos brincos que eu uso! E comigo não tem tempo ruim, o que elas quiserem eu revendo. Digo que só não vou tirar minha roupa do corpo, mas se me derem tempo eu compro uma novinha e repasso!
Além de vender maquiagem, há cerca de um ano passei a maquiar as meninas da comunidade DJ Damasceno, onde eu moro, na Zona Norte de São Paulo. Comecei cobrando R$ 40, mas hoje já subi para R$ 60 e dependendo do evento posso pedir até R$ 200! Veja bem, todo mundo aqui é bem simples, mas ninguém anda largada. Posso morar em uma casinha de dois cômodos, mas são os dois cômodos mais bem cuidados da cidade, confia em mim! Minhas clientes vêm em casa e eu deixo tudo bem arrumadinho, tampo a entrada para o quarto com um lençol branco e organizo minha maleta de make. Durante a semana tenho meu emprego fixo e revendo os produtos, então é no final de semana que eu faço a Make Transformação acontecer e aumento minha renda em R$ 2 mil!
Meu marido não só adora a casa cheia como ajuda na filmagem de tudo e publica no meu Facebook. Aliás, o Facebook é ótimo para o meu negócio. Divulgo tudo lá, mas conto muito com o boca a boca das meninas que conhecem meu trabalho e indicam. Esses dias mesmo atendi uma madame no Brás! Me senti o máximo, saí do morro para deixar uma mulher ainda mais linda em um bairro nobre da cidade. Com o tempo quero poder viver só disso e levar a Make Transformação da favela para o mundo! - Danyela Ximenes, 39 anos, maquiadora, São Paulo, SP

24/06/2016 - 10:24

Conecte-se

Revista Sou mais Eu