Dia da pizza: Ela fatura R$ 2 mil por mês com a pizza de brownie

Pode ser no pote, na marmita, na travessa... Os clientes escolhem o número de fatias, recheios e coberturas!

Reportagem: Gabriela Bernardes

Criei esta pizza pra pagar uma viagem e ela virou minha profissão! | <i>Crédito: Redação Sou mais Eu
Criei esta pizza pra pagar uma viagem e ela virou minha profissão! | Crédito: Redação Sou mais Eu
Quando eu era pequena, ficava encantada vendo minha tia fazendo doces e depois tentava imitar em casa. Conforme fui crescendo, meu talento para prepará-los foi aumentando. Em todas as festas de família, eu ficava responsável pelas sobremesas. Era apenas um hobby, nunca pensei em ganhar dinheiro com isso. Até que, em 2015, eu estava precisando de uma graninha extra pra fazer uma viagem com a família. Pensei em preparar alguma gostosura para vender, mas tinha que ser algo bem original. Aí, vi um vídeo no Face com o passo a passo de um bolo-pizza que me deu uma grande ideia: eu ia adaptar a receita e criar a pizza de brownie!

No primeiro mês, já faturei R$ 3.200
Para fazer a primeira pizza, comprei alguns ingredientes para o recheio, como Confeti, Nutella, Sonho de Valsa e bombons sortidos. Na massa, usei farinha, manteiga e chocolate que tinha em casa. O investimento inicial para a primeira venda foi de apenas R$ 25. Assim que ficou pronta, fotografei e criei uma página no Facebook chamada Pizza de Brownie para divulgar meu produto. Na primeira semana, já recebi seis encomendas. Me animei: minha aposta já estava dando resultado! No primeiro mês, faturei R$ 3.200. No seguinte, R$ 3.400. Minha marca registrada, a Pizza de Brownie, estava me rendendo uma boa grana. Afinal, era algo diferente e não tinha no lugar onde eu morava. No boca a boca, as vendas foram aumentando. Em datas como Natal e Páscoa, meu faturamento chega a triplicar. Meu negócio estava fazendo tanto sucesso, que neste ano decidi sair do meu emprego como educadora física para me dedicar apenas às minhas delícias! 

A pizza mais vendida tem 16 fatias e custa R$ 45 
Ofereço cinco tipos de pizza de brownie: artesanal, no pote, na travessa, na marmita e cake, que é em formato de bolo. A mais vendida é a de 16 fatias, com os sabores escolhidos pelo cliente. Custa R$ 45 – gasto cerca de R$ 25 para produzir. O mais legal é que o cliente monta sua própria pizza. Primeiro, ele escolhe o tamanho: com quatro fatias (20 cm) custa R$ 30; com oito fatias (25 cm) sai por R$ 35; a de 12 fatias (30 cm) é vendida por R$ 40; a maior, com 16 fatias (35 cm), custa R$ 45. Depois, escolhe as opções do molho: ganache de chocolate branco ou chocolate ao leite, Nutella, brigadeiro, doce de leite ou paçoquita cremosa.

Por último, vem as opções de guloseimas para rechear (Bis, nozes, morango, bombom, Prestígio...) e, finalmente, a cobertura: chocolate, caramelo, morango ou leite condensado. E ainda ofereço a opção da cobertura extra para finalizar: granulado, coco ralado ou Ovomaltine. O cliente pode fazer até quatro combinações diferentes. O momento da montagem é a hora de se deliciar! Além de receber as encomendas – que podem ser feitas pelo Facebook, site ou telefone – também ofereço meu produto em lojas de doce aqui da cidade. Atendo festas infantis, aniversários e qualquer tipo de evento. Tem gente que contrata meus doces para substituir o bolo de aniversário! Tudo é feito aqui em casa por mim. Às vezes, meu marido e minha mãe me ajudam. Os clientes vêm aqui retirar seus pedidos, mas também tenho parceria com um motoboy que faz algumas entregas. 

A cozinha de casa está ficando pequena para minhas produções. São muitos pedidos! Por isso, guardo parte do dinheiro que recebo para investir em uma loja física na hora certa!. Estou superempolgada!

Pretendo abrir minha própria loja
Criei a pizza de brownie para pagar uma visita à Disney, nos Estados Unidos, com a minha família. Não só consegui fazer a viagem dos nossos sonhos como ganhei uma profissão e um negócio que me realizam completamente. Bendita hora em que faltou dinheiro! 
 
ANA PAULA CRISTIANE DA SILVA ARAÚJO, 37 anos, educadora física, Suzano, SP.

10/07/2017 - 16:54

Conecte-se

Revista Sou mais Eu