Ai eu vi vantagem: "Ganho dinheiro fazendo minhas compras on-line"

Toda vez que João compra um produto no site Méliuz, parte da grana que gasta volta para sua conta bancária. Já recebeu mais de R$ 1 mil!

Reportagem: Christiane Oliveira

JOÃO RIVERA | <i>Crédito: Arquivo Pessoal
JOÃO RIVERA | Crédito: Arquivo Pessoal
Eu já era cadastrado naqueles programas de cartão de crédito que trocam compras por pontos e milhas, mas nunca achei esse esquema muito vantajoso. Uma porque a pontuação expira rápido e outra porque só dava pra trocar por produtos específicos dentre opções bem limitadas que a operadora oferecia. Mas, em 2012, descobri um site que transforma minhas compras em dinheiro! É o Méliuz, um portal conveniado com mais de 1.500 lojas virtuais e que devolve parte do dinheiro que a gente gasta a cada compra. Achei demais! Desde então, compro tudo pela internet e economizo bastante! 

Descobri o site navegando pela internet em busca de novos programas de benefícios em compras. Pra mim, comprar on-line é muito mais cômodo do que ir até a loja, escolher e voltar pra casa. Sem falar que consigo comparar preços e escolher o melhor. Faço isso desde 2004, quando as pessoas ainda achavam que a gente teria o cartão clonado se fizesse uma compra numa loja virtual. Como o Méliuz é conveniado com várias empresas de diferentes setores, era possível encontrar tudo que eu precisava ali e receber um percentual do valor do produto de volta até em coisas simples, como sabão em pó e ração de cachorro. 

Não é pegadinha. O site devolve a grana mesmo! 

O que me chamou a atenção foi a propaganda do site: “Cupons de desconto e seu dinheiro de volta”. Como assim? Quando a esmola é demais a gente desconfia. Por isso, comecei a ler sobre o Méliuz pra descobrir se era sério ou pegadinha. Entendi que ele funcionava como um programa de pontuação comum, mas que, em vez de pontos, os clientes recebiam descontos ou dinheiro. Muito melhor! O termo que eles usam pra isso é a palavra em inglês “cashback”, que significa justamente isso: grana de volta. Para ter certeza de que era seguro, busquei por reclamações e vi que a empresa respondia todas as queixas e era muito responsável. Me cadastrei na hora e virei cliente fiel. 

Desde então, minha principal página de compras é a do Méliuz. Quando preciso de algo, como uma camisa, entro no portal e busco uma loja conveniada. Aí, clico nela e sou redirecionado para a página do estabelecimento, escolho o produto, pago e o Méliuz recebe as informações da minha compra para registrar quanto será devolvido. Uma das camisetas que comprei custava R$ 50 inicialmente, mas estava R$ 40 por causa do desconto e a loja ainda me devolveu R$ 10. Ou seja, paguei só R$ 30! Também já descolei uma oferta incrível num perfume que eu queria. O preço original era de R$ 110 e, pelo site, paguei só R$ 55! Era uma oferta de 50%! 

Dá pra comprar de tudo no site, até remédios! 

O legal desse site, e o que faz com que eu acabe recebendo uma boa grana de volta com o tempo, é que ele tem todos os tipos de produtos. Existem supermercados, lojas de eletrônicos, livrarias e até farmácias conveniadas.

Por isso, acaba valendo a pena comprar remédio, sabonete e pasta de dente por ali. Não saio comprando loucamente por causa do frete, mas, quando a compra é maior, compensa. E, mesmo que algumas lojas ofereçam retorno baixo, de 4% ou 5%, o montante vai se acumulando e, quando vejo, consigo transferir um valor legal para a minha conta. O mínimo é de R$ 20 e, como a transferência não tem custo, sempre passo pra conta quando chega nesse valor. E eles mandam o dinheiro mesmo. Nunca tive problema nenhum. 

Esse dinheiro é sempre muito bem-vindo. Ele entra no meu orçamento no fim do mês, quando o salário começa a minguar, como um reforço para comprar algumas coisas mais urgentes no dia a dia, como um pãozinho na padaria, alguma coisa pequena no mercado ou mesmo uma pizza. Já consegui escapar do v e r m e l h o por causa do cashback ! Não fosse por ele, teria ficado com a conta negativa e pagado juros do cheque especial... Não dá nem pra me sentir culpado quando compro alguma coisa pelo Méliuz, porque sei que é a opção mais em conta no final. Já reservei até hotel pelo site e, nas próximas férias, quero comprar as passagens aéreas por lá. Como passagem custa bem mais que pequenos produtos, qualquer devolução fica polpuda. 

Já ganhei de volta mais de R$ 1 mil. Que beleza! 

Nesses últimos três anos, já ganhei um pouco mais de R$ 1 mil comprando on-line. Tudo dinheiro que o Méliuz devolveu por conta de sua parceria com as empresas. Isso é o que eu chamo de compra inteligente! Já indiquei o site para vários amigos e parentes, que acabam aderindo ao programa também porque não dá pra negar as vantagens. E pensar que, lá atrás, em 2004, as pessoas me chamavam de louco por fazer minhas compras pela internet... Com a economia ruim que o país está enfrentando hoje em dia, o melhor é a gente encontrar sempre novas formas de economizar. Ficar de olho nas possibilidades da internet é o jeito mais fácil de fazer isso. - JOÃO RIVERA, 28 anos, engenheiro químico, São Paulo, SP

Siga minhas dicas para usar o Méliuz e ter sucesso nas compras!

1. A porcentagem dos descontos e do dinheiro de volta mudam quase que diariamente. Então fique atento para aproveitar as melhores ofertas. 

2. Se você quer comprar um produto, faça uma busca nas lojas conveniadas com o Méliuz pelo buscador do próprio site e veja qual delas oferece o melhor desconto ou cashback para você. 

3. Use o lembrador do Méliuz. Disponível para o navegador Chrome, ele serve para avisar quando um site que você está navegando é conveniado.

Dá para resgatar mais da metade do valor da compra!

O Méliuz é uma empresa que existe há quatro anos. Segundo Israel Salmen, um dos fundadores do programa, a plataforma funciona assim: “As lojas conveniadas com o site pagam um valor de cada venda que o usuário efetua para a gente e aí repassamos esse dinheiro para eles. É daí que vem o cashback.” 

Ainda de acordo com Salmen, o site já tem mais de 1.600 lojas parceiras. “Os valores de descontos e dinheiro de volta variam. Não existe um número fixo ou algum estabelecimento que ofereça maior desconto ou cashback, mas o cliente pode conseguir mais da metade do dinheiro de volta.” Ele alerta que, para obter desconto ou resgate, é preciso entrar no site do Méliuz primeiro e só depois clicar na loja na qual você fará a compra. 

Para começar é fácil: basta fazer um login e senha. Os dados pessoais só são solicitados na hora que você pede o resgate. “Não quisemos pedir para a pessoa fornecer esses dados no primeiro cadastro para elas não ficarem com receio. Só precisamos deles quando transferimos o dinheiro para a conta dela”, diz.


05/10/2015 - 09:00

Conecte-se

Revista Sou mais Eu