Piercing medusa: "Ele faz minha boca chamar atenção como nunca!"

Aline chamou a atenção para seus lábios com o acessório moderno e delicado que é febre mundial

Reportagem: Daniel Lopes

ALINE GUIEN PANICIO | <i>Crédito: Arquivo Pessoal
ALINE GUIEN PANICIO | Crédito: Arquivo Pessoal
Faço o tipo precoce. Com 11 anos, pedi pra minha mãe um segundo furo em cada orelha. Com 16, já tinha colocado um piercing no nariz e alargadores. Sempre amei mudanças corporais, o que me levou a ser maquiadora. Passo boa parte do meu tempo lendo revistas sobre moda, maquiagem e tatuagens e foi assim que descobri o piercing medusa no ano passado. A matéria dizia que o acessório aplicado no alto dos lábios era a tendência do momento. Achei incrível como aquele pontinho de brilho chamava a atenção para o desenho da boca das modelos. Decidi: eu ia ter um também! 

Pesquisei bastante e consegui um preço ótimo, num estúdio que eu já conhecia: R$ 35, incluindo a perfuração e o piercing! Os outros estúdios que pesquisei chegavam a cobrar R$ 100 pelo procedimento.

Então, em novembro do ano passado, marquei minha sessão para colocar o medusa. Já fui preparada para sentir dor, mas aplicaram uma pomadinha anestésica na região antes da perfuração, o que não me deixou sentir incômodo nenhum. Foi bem rápido: em 20 minutinhos eu já estava ostentando aquela belezinha perto da boca! 

Meus lábios ficaram bem inchados na primeira semana depois da aplicação. Também senti um incômodo na gengiva e nos dentes, mas nada que não desse pra suportar. O importante era sempre deixar o local higienizado, dentro e fora da boca, para evitar infecções. 

Seguindo as instruções, em um mês eu já nem sentia o piercing ali e estava até trocando as pedrinhas da ponta! Hoje tenho três diferentes: uma bolinha de metal, uma com pedra rosa e uma branca. Todas lindas! - ALINE GUIEN PANICIO, 18 anos, maquiadora, São Paulo, SP

Cicatriza rápido e é discreto

A delicadeza do piercing medusa chama a atenção mesmo, principalmente de mulheres que não gostam de acessórios espalhafatosos. Mesmo assim, o processo ainda exige cuidados. “Nenhuma perfuração é simples. O medusa pode incomodar a gengiva e os dentes”, explica a bodypiercer Bianca Gattoni, da Soul Tattoo, em São Paulo. “A primeira semana pode ser complicada para comer, beber e até pra falar, mas a cicatrização é mais rápida do que em outras partes do corpo, graças à mucosa da boca.” 

O preço do medusa oscila entre R$ 30 e R$ 60, dependendo do modelo e sem incluir a perfuração, que varia muito de estúdio para estúdio. O importante mesmo é focar nos cuidados para evitar infecções.

10/09/2015 - 09:00

Conecte-se

Revista Sou mais Eu