Perdi 47kg tomando iogurte com canela!

A mistura diminui a fome e acelera o metabolismo. Sequei em apenas 10 meses e minha transformação foi tão completa que as pessoas não me reconhecem na rua!

Reportagem: Christiane Oliveira

Despachei 47kg mandando ver no iogurte com canela! | <i>Crédito: arquivo pessoal/produção Sou Mais Eu!
Despachei 47kg mandando ver no iogurte com canela! | Crédito: arquivo pessoal/produção Sou Mais Eu!

“Essa não sou eu!”, pensava enquanto olhava para meu reflexo no espelho. Aquele corpo de 97 kg diante de mim não representava o que eu era por dentro, uma pessoa dedicada em tudo que fazia. E eu não estava cuidando bem de mim. Passei a comer descontroladamente e, em apenas quatro anos, pulei dos 67 kg para os quase três dígitos na balança! A reflexão que tive naquela manhã de outubro de 2014 me fez perceber que eu estava me maltratando. A partir daquele dia, eu ia me dedicar cem por cento a mim mesma. E aquela Mariana obesa seria página virada!

Tive que tirar minha vesícula aos 16 anos por causa da obesidade

Magrela nunca foi o meu biótipo. Sempre estive acima do peso e gostava de comer bem. Meu prato era de pedreiro mesmo! O problema era o que eu comia. Nunca tinha experimentado nenhum legume ou verdura. Minha alimentação se baseava em carboidratos, frituras, fast-food  e refrigerante. Resultado: aos 16 anos, tive de retirar a vesícula e 40% do meu fígado já estava tomado pela gordura. A médica deixou bem claro que, se eu não me cuidasse, meu órgão acabaria paralisado! Mesmo com os avisos, continuei comendo loucamente. Minha mãe e minha família viviam no meu pé. Mas quanto mais eles falavam mais eu comia. Até porque o excesso de peso nunca abalou minha autoestima. Eu estava gorda, mas não deixava de usar biquíni, short curto, vestido apertado... Sempre fui mais eu! Até que um dia, em 2014, estava voltando da faculdade com uma amiga e ela quis parar na farmácia para se pesar. Como fazia mais de três anos que eu não encarava uma balança, fui verificar meu peso também. Subi esperando ver uns 80 e poucos quilos no visor, mas ele marcou 97 kg! Sim, eu estava quase atingindo os três dígitos. Fiquei bem abalada. Não sabia que tinha engordado tanto.

Experimentei legumes pela primeira vez depois de 19 anos!

Nesse mesmo dia, conversei comigo mesma na frente do espelho. Aquilo não estava certo. Percebi que minha aparência não transparecia os meus valores e que eu estava me prejudicando. Eu só tinha 19 anos para estar daquele jeito. Decidi me dedicar ao meu emagrecimento. Num primeiro momento, eu mesma montei um cardápio para reeducar minha alimentação. Cortei fritura, massa branca, refrigerante e alimentos industrializados. Também incluí legumes e verduras no meu prato. Experimentei pela primeira vez depois de 19 anos... e gostei! Nas três primeiras semanas, já eliminei 8 kg. E aí me inscrevi na academia e contratei meu personal, o Willane Cristalino, que me ajudou muito nesse processo. Fazia uma hora de exercícios aeróbicos todos os dias e musculação três vezes durante a semana.

Ainda não me reconheço quando vejo minha imagem no espelho 

Em março de 2015, me pesei e o resultado foi incrível: já tinha perdido 30 kg. Tinha recuperado meus 67 kg! Só que eu queria mais. Queria ser magra de verdade. Então, procurei uma nutricionista, porque meu emagrecimento começou a ficar lento. Ela mudou bastante meu cardápio e disse para eu acrescentar canela e iogurte, que ajudam no emagrecimento. O iogurte regula o intestino e a especiaria é termogênica. Como adoro canela, passei a colocar não só no iogurte, mas nas frutas também! Cinco meses depois, mandei mais 17 kg para o espaço. Subi na balança e estava pesando incríveis 50 kg. Em apenas dez meses, consegui eliminar 47 kg! Foi muito rápido, mas sem milagre. Dei muito duro na academia e me privei de comer diversas coisas que tinha vontade. Com tudo isso, conquistei o corpo que sempre desejei Que orgulho! Como essa mudança aconteceu em pouco tempo, ainda não consigo me reconhecer quando me olho no espelho. É que fui gordinha por 20 anos e de repente passei a me ver magra. Às vezes, estou andando na rua, cumprimento uma pessoa conhecida que não me vê há algum tempo e percebo que ela não tem ideia de quem eu sou. É muito engraçado. E muito gratificante também. Estou em paz comigo!

Mariana Azedo Smith da Silva, 21 anos, estudante, Rio de Janeiro, RJ


O cardápio da Mariana 

Avaliado pela nutricionista Luana Stoduto

Café da manhã

• 1 fruta 

• 1 pote de iogurte sem lactose com 1 colher (sopa) de farelo de aveia, 1 colher (café) de canela em pó e 1 colher (sopa) de granola

Lanche da manhã

• 1 barrinha de cereal integral zero açúcar ou 1 fruta

Dica da nutricionista: substitua a barrinha de cereal por um bombom de chocolate 75% cacau.

Almoço

• Mix de folhas (à vontade) 

• 2 colheres (sopa) de legumes cozidos 

• 2 colheres (sopa) de arroz integral OU ½ batata-doce 

• 200 g de carne, peixe ou frango grelhados, ou 1 omelete feita com dois ovos

Lanche da tarde

• 1 tapioca feita com 1 colher (sopa) de pasta de amendoim sem açúcar OU 1 banana amassada com 1 colher (café) de canela em pó

Jantar

1 crepioca feita com massa de tapioca e 1 ovo, recheada com 1 colher (sopa) de queijo cottage, 1 fatia de peito de peru e orégano


DA REDAÇÃO

INDICAÇÃO DE CONSUMO
O ideal é ingerir 6 g ou 1 colher (café) de canela por dia. Além de colocar na fruta e no iogurte, também dá para adicionar a canela em sopas, sucos, chás, café, mingau e arroz (no cozimento). 

QUEM NÃO PODE?
Pessoas com pressão alta, gastrite, úlcera e grávidas devem evitar o consumo.

03/01/2017 - 16:47

Conecte-se

Revista Sou mais Eu