"O suco funcional eliminou 22kg da minha gravidez"

Minha bebida, que leva colágeno e biomassa de banana-verde, sacia e desintoxica o organismo. Sequei e virei a ‘mamãe fitness’!

Daniel Lopes

Micheline Mamãe Fitness | <i>Crédito: Reprodução
Micheline Mamãe Fitness | Crédito: Reprodução

Eu já era mãe de dois filhos e esperava o terceiro. Muitos dizem que a maternidade é um período de alegria e realização, mas eu não sentia isso. Estava mergulhada numa profunda depressão depois de um turbilhão de acontecimentos negativos. Meu segundo filho, o Téo, passou 42 dias na UTI logo depois que nasceu, pois contraiu uma bactéria que o deixou entre a vida e a morte. Mas meu menino foi forte e aguentou o tranco. Depois, meu marido sofreu um acidente, quase precisou amputar a perna e teve de fechar nossa gráfica por causa de sua ausência no serviço. Com essa maré ruim, voltamos a morar na nossa cidade natal em 2010 para dar um novo rumo à nossa vida. Eu estava gorda, odiava meu corpo e nem conseguia me olhar no espelho. Era a hora de decidir se ia me entregar à tristeza ou ia recomeçar e dar a volta por cima. Escolhi a segunda opção!

Engordei com depressão e hipotireoidismo

Já aos 13 anos, eu era cheinha porque minha alimentação estava totalmente desregrada e eu não praticava exercícios. Era obrigada a ouvir piadinhas dos familiares sobre meu peso e minha celulite. Cresci complexada e me forçava a ser magra a qualquer custo. Tentava emagrecer sempre da forma errada. Chegava a passar um dia inteiro sem comer e depois devorava um pacote de bolachas recheadas. Atingi os 50 kg na época em que me casei, em 2003, mas minha saúde não era das melhores. Meus exames de colesterol e triglicérides estavam alterados e, quando voltei da lua de mel, depois de enfiar o pé na jaca, já tinha engordado  8 kg! Visitei o médico e descobri que aquele aumento rápido de peso era causado por mais um fator: eu tinha hipotireoidismo! Meus hormônios eram desregulados e me faziam engordar mais do que o normal. Quando pensei que poderia começar uma dieta especial para finalmente acertar minhas contas com a balança e lidar melhor com minha doença, descobri que estava grávida do meu primeiro filho, o Cid. Durante a gestação, em 2005, fiquei compulsiva por comer. Me entupia de comida até literalmente ter que vomitar de tão cheia. Isso resultou em 30 kg a mais na balança! Depois que o Cid nasceu, perdi pouco do que eu tinha ganhado. Além disso, não me exercitava e continuava comendo as coisas erradas. Continuei com essa rotina até engravidar novamente, em 2008, do Téo. Foram 32 kg a mais dessa vez por causa de uma dieta ainda mais exagerada. E aí, com tudo que aconteceu com meu bebê no hospital, desencanei de tentar melhorar e só me dediquei à minha família. Vivia no efeito sanfona, sem dar importância para minha autoestima, minha saúde, meu peso e minha aparência. Me sentia horrível!

Me exercitei durante a terceira gravidez

Só quando mudamos de cidade, em 2010, as coisas começaram a dar certo. Passei a me exercitar, fazendo leves caminhadas e depois correndo. Minha alimentação também foi melhorando, pois diminuí as quantidades e evitei comer besteiras o dia todo. Estava empolgada com as mudanças, mas aí tive uma surpresa: engravidei do meu terceiro filho, o Édi. Achei que todo meu esforço iria por água abaixo! Ganhei 25 kg durante a gestação, mas daquela vez eu agiria diferente. Para começar, fui uma grávida totalmente ativa, na medida do possível, é claro. Continuei caminhando e fazendo exercícios leves para não ganhar muito peso e não abusava na alimentação. Quarenta dias depois que o Édi nasceu, me matriculei na academia e já passei a me exercitar todos os dias da semana. Meu percentual de gordura caiu para apenas 28% depois de três meses. Após seis meses, chegou a 9%. Perdi 22 kg!

Meu suco funcional mata a fome e não engorda!

 Hoje peso 53 kg e levo uma vida bem diferente. Cortei as frituras, pães e doces, e parei de consumir carboidrato no jantar. Mas meu segredo foi o suco funcional que criei. Ele leva biomassa de banana-verde e colágeno e ajuda a me saciar logo cedo, além de limpar meu organismo do excesso de gordura e sais com sua ação detox. E continuo malhando todos os dias na academia, me dividindo entre exercícios aeróbicos e musculação. Invisto nos termogênicos naturais, como a água de gengibre com limão, e nos diuréticos, como o café, que me ajudam na queima de gordura e dão energia para treinar! Conto toda minha história no meu site e no meu Instagram (@ michemamaefitness), onde ganhei o apelido de “Mamãe Fitness”. Foram 87 kg acumulados em três gestações e eliminados com a ajuda de exercícios e de uma alimentação balanceada. Nada de remédios, plásticas ou dietas malucas! Hoje me sinto totalmente realizada com minha aparência, venci a depressão, voltei a me achar bonita e sou muito mais feliz ao lado dos meus três pequenos. A parte do meu corpo que mais me orgulha é a cicatriz das cesarianas. Costumo dizer que não basta ser mãe, tem que dar o exemplo!

MICHELINE MASIOLI RAMOS LIMA, 36 anos, jornalista, Castelo, ES


O cardápio de Micheline*


Café da manhã

-1 copo de suco funcional 

Lanche da manhã

-1 fruta

-1 crepioca sem recheio

-1 xícara de café preto Almoço

-1 prato raso com pelo menos 4 tipos de verduras variadas

-4 colheres (sopa) de arroz integral ou batata ou mandioca

-2 conchas com legumes variados cozidos

-150 g de proteína magra (carne, frango ou peixe grelhado e sem gordura) 

-1 ovo cozido sem gema


Sobremesa:

-2 fatias de abacaxi com canela


 Lanche da tarde 1

-1 banana-da-terra cozida ou 1 taça de salada de fruta ou 1 copo de suco natural de fruta

- 1 iogurte natural com aveia


 Lanche da tarde 2

-1 copo de suco funcional

-1 fatia de batata-doce cozida

Dica da nutricionista: recomendo acrescentar um alimento com proteína. Pode ser um ovo cozido ou uma leguminosa.


 Jantar

-1 prato cheio com pelo menos três tipos variados de legumes cozidos e verduras

-150 g de proteína animal magra (pode ser carne, frango ou peixe grelhado e sem gordura) Ceia

-1 banana com 1 colher (sopa) de aveia

-1 xícara de chá de camomila ou erva-doce

 

Suco funcional sacia e emagrece!

A Micheline apostou num segredo e tanto para conseguir bons resultados na dieta. Além dos exercícios e da alimentação mais regrada, seu suco funcional foi um poderoso aliado no emagrecimento. A nutricionista Deborah Lopes explica direitinho como cada ingrediente contribui para a perda de peso:

-Biomassa de banana-verde: tem baixo valor calórico, ajuda no equilíbrio da flora intestinal, facilita a absorção dos nutrientes e aumenta a sensação de saciedade.

-Colágeno hidrolisado: favorece a elasticidade da pele e a saúde das unhas, cabelos e articulações.

-Couve: é rica em fibras, tem baixo valor calórico e ajuda na digestão, o que favorece o emagrecimento.

-Aveia: aumenta a saciedade por ser rica em fibras.


A receita do suco da Mi

Ingredientes:

-1 fruta de sua preferência

-1 colher (sopa) de biomassa de banana-verde 

-10 g de colágeno hidrolisado

-1 folha de couve

-100 ml de água 

-1 colher (sopa) de aveia

Modo de fazer

Bata todos os ingredientes no liquidificador e beba em seguida.

Dica da nutricionista:  a fruta escolhida para o suco também deve ser rica em fibras, como maçã e morango. A água é importante porque ajuda na hidratação e no ganho de massa magra.

Quanto consumir:  dois copos por dia é o suficiente.

 

Como não engordar na gravidez?

A gestante deve aumentar a ingestão de minerais e vitaminas. “É importante consumir mais frutas, legumes e verduras, além de substituir a carne vermelha por carnes magras, como frango e peixe”, sugere Deborah. “Doces, embutidos, frituras e refrigerantes também devem ser evitados, assim como a cafeína”, alerta. A prática de atividades físicas durante a gravidez pode trazer muitos benefícios à gestante.

18/01/2016 - 16:00

Conecte-se

Revista Sou mais Eu