Deixei de ser obesa graças a um aplicativo

Comecei com alguns exercícios em casa para vencer o sedentarismo e, quando vi, tinha eliminado 26 kg em 16 meses

Reportagem: Letícia Gerola

Não tinha dinheiro para procurar a orientação de uma nutricionista, então, decidi eu mesma mudar minha alimentação. | <i>Crédito: Arquivo Pessoal/Redação Sou Mais Eu
Não tinha dinheiro para procurar a orientação de uma nutricionista, então, decidi eu mesma mudar minha alimentação. | Crédito: Arquivo Pessoal/Redação Sou Mais Eu

Uma grande amiga estava para se casar e me fez o mais honrado convite: ser madrinha dessa união. Animada, escolhi a loja mais famosa da cidade para experimentar vestidos maravilhosos. Cinco provas depois, fiquei arrasada: nada me servia. Pedi para a vendedora a maior numeração que ela tivesse no estoque, pois até ali todos os vestidos tinham me apertado. Ela me estendeu logo um 48! Mais uma vez, nada da peça entrar. Não sabia o que fazer, foi quando ela disparou “temos uma loja plus size nessa mesma rua”. Plus Size? Mas aquela loja era mesmo pra mim? Sem entender muito bem, segui a indicação e entrei na loja ao lado. Provei alguns vestidos e tudo me serviu, a ficha tinha caído: eu ia ser a gorda das fotos do casamento, aquela que ia destoar de todas as outras madrinhas da festa. Saí da loja e chorei muito, entrei em uma farmácia pra me pesar e vi 82 kg na balança. Não era possível! Troquei de farmácia e lá estavam os mesmos 82 Kgs em outra balança. Esse número pesou, no meu corpo e na minha consciência: era hora de mudar de vida.

Descobri que tinha obesidade grau 1

Nunca fui magra, desde a infância estive acima do peso e cheguei a me consultar com um endócrino lá pelos meus 11 anos, sem grandes novidades: o problema era minha alimentação. Da adolescência pra fase adulta lembro-me de ter engordado mais. Sou ansiosa e descontei todos os meus conflitos adolescentes na comida. Meus pais se separaram nessa fase, outro evento que me fez comer besteiras como se não houvesse amanhã. Minha alimentação era à base de lanches, pizza, frituras, cerveja e muito, mas muito pão francês – meu ponto fraco. Chegava a comer oito pãezinhos por dia sem dó! Tentei todo tipo de dieta maluca: jejuei, passei dias à base de líquidos, encarei a dieta da sopa e tudo que envolvia extremos e perda de peso rápida.

Minha saúde ia de mal a pior: não conseguia subir escadas sem ofegar e sentia dores nas pernas. Um teste de glicose feito em todos os funcionários do trabalho revelou que eu estava pré-diabética. Fiquei chocada! Sabia que minha saúde estava ruim, mas não fazia ideia do quão devastador isso poderia ser. Resolvi fazer outros exames e descobri um colesterol altíssimo e obesidade grau 1. O susto foi preciso, me fez sofrer muito e decidir mudar. Mas foi só ao viver o episódio do vestido para o casamento que reuni forças para tomar uma atitude sobre o meu peso.

Mudei minha alimentação e baixei um aplicativo

Não tinha dinheiro para procurar a orientação de uma nutricionista, então, decidi eu mesma mudar minha alimentação. Pesquisei muito sobre o assunto e deixei as dietas malucas e restritivas de lado, precisava mudar meu estilo de vida de um jeito que me transformasse pra sempre! Comecei pelas substituições: risquei da minha alimentação pão francês, lanches, doces, frituras e álcool - troquei por arroz integral e pão de forma integral. Não abri mão do feijão, que gosto muito, mas incluí vegetais e frutas. Hoje, só como mistura se for cozida ou grelhada – frita, jamais! Com essas mudanças já pude sentir meu corpo desinchar! Sempre gostei de cozinhar, mas só inventava besteira... Mudei o foco das receitas e dos ingredientes e comer saudável ficou fácil, quase natural. Alimentação resolvida, eu precisava fazer alguma coisa sobre o sedentarismo que me acompanhou por anos. Nessa época, morava em uma casa que tinha escadas. Chegar ao andar de cima era um sacrifício! Sempre ficava ofegante. Foi quando uma amiga me contou sobre o aplicativo 7 minutos. Gratuito, ele disponibiliza diferentes treinos aeróbicos e de musculação que duram exatos sete minutos – tudo com itens que eu tinha em casa! Exercícios apoiados na parede ou em uma cadeira, por exemplo, faziam parte dos treinos. A ferramenta também cronometrava o treino, apitando quando acabava um exercício e começava outro, dando um pequeno intervalinho entre eles. Assim, eu não precisava ficar de olho no celular o tempo todo. Gostei bastante da ideia. Comecei a caminhar e fazer a rotina de treino do app todos os dias - em dois meses, perdi quase 10 Kgs. Depois desses dois meses de treino ficou mais fácil.

Quando fazia minhas dietas malucas, sempre precisava de alguém pra se exercitar comigo. A minha companhia desistia e eu acabava largando também. Perdi as contas de quantas vezes me matriculei na academia e não coloquei os pés lá. Dessa vez, estava decidida a ir em frente, mesmo que fosse sozinha. Depois dos dois meses de caminhada e exercícios em casa, com o auxílio do app, me joguei nos exercícios aeróbicos da academia e queimei muitas calorias. Comecei a ver resultados na balança e nas roupas, o que me motivou ainda mais a seguir em frente!

Minha página de emagrecimento tem mais de 30 mil curtidas

Logo que comecei minha dieta, há quase dois anos, pesquisei muito na internet sobre reeducação alimentar para melhorar minha alimentação. Entrei em grupos de emagrecimento no Facebook e acabei participando de um grupo no WhatsApp de reeducação alimentar. Como eu gosto de cozinhar, postava fotos dos meus pratos e das receitas. Algumas pessoas se incomodaram com as fotos de pratos, então a administradora criou outro grupo só pra quem queria compartilhar fotos e receitas das refeições e me colocou como responsável! Eu ainda não tinha atingido meu objetivo de perder 22 kg e tomar conta do grupo foi essencial na motivação pra emagrecer. Recebia os resultados dos integrantes, acompanhava a perda de peso de todo mundo e ficava animada pra continuar na minha jornada! Cuido do grupo até hoje, fazemos pequenos desafios: quem consegue não comer carboidratos depois das 20h, quem consegue fazer atividade física no feriado... Damos força um pro outro para não sair do foco.

O sucesso do grupo de WhatsApp me motivou a criar uma página no Facebook! Em 2015 lancei a Receita de Hoje – Reeducação Alimentar da Carol logo que comecei a dieta e passei a postar minhas receitas, dicas, fotos de motivação... Hoje tenho mais de 30 mil seguidores. Fico muito feliz em poder ajudar outras pessoas a se livrarem dos quilos a mais e mudar de vida como eu consegui!

Queimei quatro quilos a mais do que esperava

Quando bati o olho nos 82 kg, minha meta era eliminar 22 deles e chegar aos sonhados 60 kg. Com o início dos exercícios, decidi ganhar massa muscular para ficar definida e aumentei a meta para 26 kg eliminados, objetivo que atingi em 1 ano e oito meses com a minha rotina de dieta e treinos. Mantenho a alimentação regrada até hoje, parei momentaneamente com os treinos por conta da correria entre trabalho e faculdade, mas já estou sentindo falta e quero voltar! Meu namorado está comigo há doze anos e acompanhou todo o processo de perda de peso. No início, ele falava pra eu perder peso e cuidar mais da saúde, mas eu recebia esse conselho como uma crítica e ficava brava. Quando decidi pegar firme na dieta, ele ficou muito feliz e segurou as pontas do meu lado durante todo o processo! Ele gosta de malhar e tem vários equipamentos em casa, chegamos a malhar juntos algumas vezes. Hoje, reduzi meu colesterol, eliminei a possibilidade de diabetes e sou uma pessoa muito mais ativa. Sem drama, posso comprar roupas na loja que quiser – todas ficam divinas!

Ana Carolina Bispo de Souza, 28 anos, recepcionista e estudante de pedagogia, Guaratinguetá, SP

DA REDAÇÃO

Combinação poderosa: alimentação da Ana Carolina + aplicativo

Cardápio | 1265 calorias

Elimina 4 kg por mês – avaliado pela nutricionista Dra. Andrea Marim

Café da manhã

• Uma vitamina de fruta com leite desnatado e linhaça, uma fatia de pão integral com queijo branco.

Lanche da manhã

•1 fruta, banana ou maçã.

Almoço

•Quatro colheres de arroz integral, salada, hambúrguer assado, 2 colheres de feijão OU 

•Quatro colheres de arroz integral, batata doce, frango grelhado, 2 colheres de feijão

Lanche da tarde

•1 fruta e iogurte

Jantar

•Ovo cozido com saladinha OU

•Crepioca (farinha de mandioca com ovo ou leite) com recheio de legumes no vapor.

Ceia

•Iogurte OU 

•¼ de abacate OU 

•Uma fatia de queijo branco.

Dica da nutricionista: cada refeição da Ana Carolina ficou abaixo das 400 calorias e cada lanchinho ficou abaixo das 70 calorias. Esse valor de ingestão calórica associado à atividade física proporciona a perda de peso de, em média, 4 kg por mês.

Aplicativo: 7 Minutos Treino

Eleito como o Melhor Aplicativo de 2016, Top Aplicativo de Tendência e Melhor Aplicativo de Auto-ajuda pelo Google Play, o app 7 Minutos Treino tem mais de 3 milhões de usuários. Como o próprio nome já diz, a ferramenta disponibiliza diferentes treinos que misturam exercícios aeróbicos e séries de resistência que duram exatos sete minutos – tempo ideal para quem não está acostumada a se exercitar e quer começar. Cada treino consiste em 12 exercícios com duração de 30 segundos cada e intervalos de 10 segundos entre um e outro.

Adaptado para ser feito fora da academia com objetos disponíveis em casa, o app passa exercícios feitos somente com o corpo ou que necessitam de apoio em uma parede ou cadeira. Com comando de áudio e um cronômetro que avisa o início e término de cada exercício, você não precisa ficar olhando para o celular durante o treino. Gratuito, está disponível para Android e iOS.

Fique por dentro das histórias mais impressionantes do dia. Curta nossa página no Facebook clicando aqui!

26/04/2017 - 14:59

Conecte-se

Revista Sou mais Eu